27 dezembro, 2007

Fora do Regime


Em 1 de dezembro de 1988, o partido de Bhutto venceu as eleições parlamentares e ela tornou-se a primeira primeira-ministra de um Estado muçulmano. Dois anos depois, em 6 de agosto, o presidente paquistanês Ghulam Ishaq Khan destituiu-a do cargo, alegando abuso de poder, nepotismo e corrupção. O seu partido foi derrotado nas eleições e ela passou a fazer oposição no parlamento.
Em 19 de outubro de 1993, Bhutto tornou-se primeira-ministra pela segunda vez. Mas em 5 de novembro de 1996, novamente foi destituída do seu cargo, desta vez pelo presidente Farooq Leghari, sob acusações de corrupção e incompetencia administrativa. Em 1999, com a tomada do poder no país pelos militares liderados pelo atual presidente Pervez Musharraf, ela auto-exilou-se em Londres. A justiça paquistanesa decretou Bhutto culpada dessas acusações de corrupção.
Após oito anos de auto-exílio no Dubai e em Londres, Benazir Buttho voltou ao Paquistão. Desembarcou em Karachi a 18 de outubro de 2007, sendo recebida por uma multidão de mais de cem mil pessoas. Ao desfilar com correlegionários pela capital paquistanesa, duas explosões ocorreram no meio da multidão, perto dos carros da sua comitiva, matando pelo menos 140 pessoas e ferindo mais de 200. A ex-primeira ministra, entretanto, não foi atingida. A ex-primeira-ministra, que chegou a ser mantida em prisão domiciliaria temporariamente na sua casa na cidade de Lahore, e ficou impedida de liderar uma marcha contra o estado de emergência decretado por Musharraf a 3 de novembro. Ela foi libertada seis dias depois. Desde seu retorno ao Paquistão, Benazir pediu a renúncia do general Pervez Musharraf da presidência do Paquistão.
Fonte: Wikipedia
Foi o terceiro atentado á líder do PPP no Paquistão, desde a sua chegada. Benazir foi dada, desde o inicio, como uma ameaça ao presidente Paquistanês, Pervez Musharraf, logo, mais tarde ou mais cedo, já era de esperar a sua morte. Não obstante, terá sido o regime Paquistanês a proporcionar os sucessivos atentados que acabaram por levar á morte de Bhutto.

24 dezembro, 2007


23 dezembro, 2007

Na minha Carta ao Pai Natal











Sondagem III

Concorda com as declarações de Duarte Ponte, quando diz ser "evidente que este ano, devido às obras na cidade de Ponta Delgada, nomeadamente na Avenida Marginal, certos fluxos turísticos estão a apresentar algumas dificuldades"?


Resultados:


Sim------------------------------- (42%)

Não--------------------------------(5%)

Completo absurdo------------(52%)

Concordo totalmente---------(0%)

21 dezembro, 2007

Os vira casacas e o subsidiozinho

Na sequência do últimos post, relativo à tal lista de apoiantes no qual constam ex-dirigentes e militantes do PSD, à recandidatura de Carlos César.

É bom que se diga. O apoio a uma candidatura é algo normal. Evidente, sem grande discussão. Tem por objectivo, demonstrar a esperança que as pessoas têm nas qualidades de determinada pessoa. E é bom que esses manifestos existam, tal é a falta de credibilidade que os políticos têm (com e sem razão, como em tudo). Mas neste caso não é assim, e como tal, não é indiferente. Por várias razões. Uma, muitos dos nomes que têm sido divulgados pela Comunicação Social são independentes, ex-apoiantes e militantes do PSD. E que tiveram um grande peso na máquina do PSD no tempo de Mota Amaral. Eram eles que serviram os Açores, e serviram o PSD. E serviram-se do PSD e dos Açores também, convém dizê-lo.

É flagrante. Agora, aqueles que dependem e muito do tal subsidiozinho do Governo, vêm apoiar Carlos César para continuarem a receber o tal dinheirinho que bem precisam para encobrir a desastrosa gestão que têm nas suas empresas, ou antes, para enriquecerem, sem qualquer pudor à custa dos Açores. Vêm continuar a sugar da Região, o que podem, são os subsidiodependentes, e não querem alternância do poder, para assim se manterem. Não querem que existam mudanças governativas, mesmo que isso signifique que o partido, no qual militaram a vida toda, chegue ao poder.

E o que dirão agora os socialistas, que antes os chamarem de corruptos, de incompetentes, que os criticaram? Em nome da ética e da coerência, ficarão calados? Irão compactar com uma situação destas? Irão elogiar ou irão manter o que disseram anteriormente? Haverão aqueles que irão manter a palavra e ficarão muito incomodados com esta situação, mas haverão também aqueles que irão dar o braço a torcer, e agora aclamar e dar-lhes vivas.

Aceito que qualquer um possa mudar de Partido, ou então desfiliar-se. Não totalmente, mas aceito se isso acontecer devido ao facto de não se identificarem com o Partido, com a ideologia ou com as suas políticas. Pelo facto de estarem desiludidos e não se sentirem capaz de contribuir para uma mudança que considerem impraticável.Agora não aceito e repudiopor completo, aqueles que se serviram do Partido para chegarem a algum lugar, mais longe, porque de facto o poder é tentador. Repudio esses vira-casacas, esses vendidos!
No caso dos donos de empresas e que assinam essa lista de apoiantes com o propósito de engraxar os senhores do poder, tenho é pena dos trabalhadores que, muitas vezes, recebem os justos salários, de forma atrasada, enquanto se esbanja dinheiro em coisas que nem ao diabo lembra! Estes, sim, são reféns da incompetência de alguns.
Seria um tema para muitas horas, e em São Jorge, certamente que irá desencadear muita conversa, e espero, muitos protestos. Além de esperar que o tema seja discutido internamente, a nível de ilha e a nível regional. Sem pudores sem falsas verdades e sem falsos moralismos!

19 dezembro, 2007

Vira-casacas

Todo o burro come palha, é preciso é saber dar-lha.
O fraco ofendido atraiçoa e o forte perdoa.
O tempo é o melhor Juiz de todas as coisas.

Alinhamento do telejornal da RTP/Açores do dia 19 de Dezembro de 2007


  1. Carlos César recebe novo comandante da Zona Militar dos Açores;

  2. Assembleia Municipal das Velas pede esclarecimentos sobre ampliação da pista do aeroporto;

  3. Carlos César, no palácio da Santana, responde as declarações de Costa Neves. Costa Martins, presidente da Câmara do Comercio e Industria de Ponta Delgada, ao lado de Carlos César, reponde a Costa Neves, dizendo que não foi pressionado pelo Presidente do Partido Socialista dos Açores para subscrever a recandidatura de César.

  4. Carlos César recebe o líder do PS/Madeira;

  5. Carlos César recebe Costa Martins;

  6. Homem foi a julgamento em Angra;

  7. Eleições na Irmandade Nª. Srª do Livramento;

  8. Participação do Secretário Regional da Habitação na reunião de trabalho do NEREUS;

  9. Tribunal de contas encontra irregularidades em São Roque do Pico;

  10. Câmara Municipal do Faial moderniza central de Táxis;

  11. Diligências desencadeadas pelo Governo Regional dos Açores conduziram à decisão, assumida hoje em Bruxelas pelo Conselho de Ministros da Agricultura e Pescas da União Europeia, para manter as quotas do Goraz;

  12. Desporto;

  13. PDL celebra aniversário da morte de cientista micaelense;

  14. Natal na pediatria do Hospital de Ponta Delgada.

18 dezembro, 2007

Natal nas Bermudas








Em Janeiro escrevi um artigo sobre a situação dos nossos imigrantes nas Bermudas, no qual referi a falta de apoio do governo Português aos cerca de 10 mil açorianos ali residentes. quando deixou o consulado em Hamilton sem titular desde 2001, terá tido forte influencia no desenrolar dos acontecimentos, da mesma forma como foram inconsequentes as preocupações manifestadas pelo Presidente do Governo Regional dos Açores quando, na visita oficial que em Junho de 2005 fez às Bermudas, declarou " estou em condições de assegurar que o problema do melhor funcionamento do serviço consular aqui será resolvido após a observação que vou fazer nestes dois ou três dias". O consulado de Portugal em Hamilton não só continuou sem Cônsul nem vice-cônsul, como também foi encerrado, provisoriamente, por licença de parto da única funcionária que assegurava o serviço do expediente. Passados quase um ano, a polémica vem ao de cima novamente, sendo visível o descontentamento dos açorianos lá residentes, que sentem uma revolta para com o governo dos Açores e da Republica, que nada fazem para assegurar os seus Direitos como cidadãos Portugueses e para além de tudo com alma Açoriana.

Pai Natal


17 dezembro, 2007

GACS / GIPS / RTP-Açores


Quarta Feira dia 12 de Dezembro a RTP Açores anuncia que 65% dos Açorianos querem a recandidatura de César.

Sexta Feira dia 14 de Dezembro a RTP Açores anuncia que existe um abaixo assinado, que conta com 100 pessoas que pedem a recandidatura de Carlos César, liderada pelo Pro. Machado Pires.

Segunda Feira dia 17 de Dezembro a RTP Açores anuncia que o abaixo assinado já vai em 200 assinaturas e conta com ilustres personalidades da sociedade açoriana.


Tentem adivinhar qual vai ser, nos próximos dias, a noticia da RTP Açores!

16 dezembro, 2007

Governo não convida autarquia para a Inauguração do "Parque século XXI"


“Em trinta e um anos de autonomia regional, é a primeira vez que um presidente do Governo Regional inaugura um espaço verde na cidade de Ponta Delgada”, foram as palavras de Carlos César na inauguração do Parque Século XXI. Na cerimónia não esteve presente a Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Berta Cabral, nem alguém em sua representação, porque, como tem vindo a ser hábito deste Governo Regional do Partido Socialista, não foi feito nenhum convite á autarquia.O executivo de Carlos César, quando desloca-se para alguma inauguração ou visita a um concelho ou freguesia de cor partidária diferente da sua, tem por hábito não convidar o responsável máximo local. Foi assim a quando da visita do Governo ás Lagoas das Sete Cidades, hoje foi assim e assim será no futuro. É um completo desrespeito pelas autarquias locais e uma completa falta de ética, moral e consideração para com as pessoas.

Marques Ldª pela ilha de São Miguel.

video

video
Mais de uma centena de veículos e maquinarias percorreram hoje as estradas da nossa ilha, como vem sendo habitual todos os anos por essa época natalícia.

Sondagem II

Concorda que um lar de terceira idade é uma mais valia para Ponta Delgada?

Resultados:

Sim------------92%
Não------------0%
Indiferente-----7%

12 dezembro, 2007

E os parques?!




Para quem diz que os parques estão sempre vazios e para quem diz que o parque do teatro não serve para nada! Tanto não serve como está sempre cheio e até fazem segunda fila para lá entrarem.

Alinhamento do telejornal do dia 12 de Dezembro de 2007.

  1. Director Regional do emprego sai em defesa dos trabalhadores da COOFACO;
  2. Secretário Regional da Agricultura e Florestas;
  3. Presidente do Governo Regional dos Açores na assinatura do tratado de Lisboa;
  4. Secretario Regional da Economia;
  5. 65% dos Açorianos querem a recandidatura de Carlos César em 2008;
  6. Buscas da embarcação de pescas na ilha da Terceira;
  7. Evacuações com os Helicópteros Merlyn;
  8. Presidente do Governo Regional investe 150 mil Euros em Rabo de Peixe;
  9. Plano e orçamento aprovado na Câmara Municipal da Horta;
  10. Câmara Municipal da Horta reforça com mais verbas as juntas de Freguesia;
  11. Empresários cristãos inauguram sede regional em Ponta Delgada;
  12. Residência oficial do Presidente da Assembleia Legislativa Regional recebeu convidados;
  13. Pai Natal chegou a delegação da RTP na Horta;
  14. Lançamento de um livro "Balada das Baleias".

É a nossa televisão!

11 dezembro, 2007

A força em Direito e obediencia em Dever


"O mais forte nunca é suficientemente forte para ser sempre o senhor se não transformar a sua força em direito e obediencia em dever".

Jean-Jacques ROUSSEAU


Esta máxima aplica-se a Hugo Chavez, que tudo vai fazer, á margem dos direitos humanos e da vontade geral, para mudar a constituição da Venezuela e torna-la num Estado tipicamente Socialista/Comunista á boa maneira Soviética.
Desta forma, ao terminar uma ditadura de meio século (Fidel Castro), dar-se-á início a um novo rumo na História Politica da América do Sul com a emergência de mais uma quimera democrática.
O que Chavez pretende é tornar o seu sonho no sonho de Bolivar.

10 dezembro, 2007

Benfica




Já encontrei por várias vezes essa moto, que é do Benfica e de dia para dia tem cada vez mais miniaturas.

Perigo na estrada

video

Na passada semana vinha eu a caminho de casa e vejam o perigo que encontrei...

07 dezembro, 2007

"Porta 65"


Não poderia deixar passar em branco o novo programa de apoio ao arrendamento jovem, chamado de "Porta 65", que diminui claramente os apoios á juventude. Ora vejamos:


O prazo de apoio diminui de 5 anos para 3 anos, e o novo programa vem estabelecer um tecto limite no preço da renda que compromete o apoio. Ou seja, é estipulada uma tabela por regiões, e no que concerne a Região Autónoma dos Açores, o limite a pagar por um T0 e T1 é de 180 Euros para que o jovem receba o apoio, no caso de um T2 e T3 é de 300 Euros e de um T4 e T5 é de 370 Euros.

Ninguém conseguirá arranjar um apartamento nestas condições, porque os preços reais são muito mais elevados.


Das duas uma, ou a Região Autónoma não foi ouvida sobre a matéria em causa pelo Governo da Republica, ou então, o Governo Regional do Partido Socialista não tem o real conhecimento da actual situação do arrendamento nos Açores.


Outra questão esquecida, será o modo como funcionará o programa na Região. Anteriormente, com o IAJ, o apoio era feito através da Caixa Geral de Depósitos, com o “Porta 65”, esse pedido de apoio é elaborado pela Internet. Ora, nem todos os Açorianos têm ainda acesso a Internet, sendo esta uma razão para que os Açores, através da Direcção Regional da Juventude, por exemplo, criasse um organismo de apoio a este programa.

06 dezembro, 2007

Sondagem

Na sondagem efectuada neste blog, em que a pergunta colocada era : "Concorda com a privatização da SATA?"

63% das respostas Sim
36% das respostas Não