09 junho, 2007

Politica do "arrasto"

O presidente do Governo Regional dos Açores “anda na rua porque vê os outros andar”. Ora vejamos:
No passado dia 16 de Maio, o líder do PSD Açores afirmou numa visita a Ribeira Grande
que o estatuto das regiões ultraperiféricas fique consagrado no novo Tratado Constitucional da União Europeia (UE) e considerou que o presidente do governo regional "não afirma a posição dos Açores na UE".


Hoje saiu notícia na Antena 1 Açores, de que "O presidente do Governo dos Açores, Carlos César, solicitou a intervenção do primeiro-ministro para, aproveitando um eventual avanço na concretização do futuro Tratado Constitucional da União Europeia, fazer com que o artigo sobre as regiões ultraperiféricas passe a constar com maior relevo no corpo principal do Tratado".

Nesta matéria como em outra qualquer, o Presidente do Governo Regional dos Açores tem vindo a "reboque" da oposição, adoptando uma postura de quem está no poder à dois meses, esquecendo-se dos seus 12 anos de mandato.

1 comentário:

Rui Gamboa disse...

Se formos esperar que seja o 1º Ministro a garantir que o estatuto das RUP esteja no novo Tratado, estamos bem amanhados. Ainda bem é que a França tem interesses nas RUP, por isso devem ir em frente, porque senão...

Nós não podemos esperar que os outros façam o nosso trablho e zelem pelos nossos interesses, temos que ser nós próprios a estar lá e fazer valer os nossos interesses. E temos pessoas preparadas para isso.