20 outubro, 2006

Remodelação Governo de Sócrates

Segundo o Semanário Económico, citando fontes próximas do Primeiro-Ministro, em breve, Dezembro ou Janeiro, deverá ocorrer uma remodelação governamental.
Obras Públicas, Transportes e Habitação, Justiça, Ambiente e Economia deverão ser pastas a mudar de mãos.
Mário Lino passará dos Transportes para o Ambiente, enquanto secretária de estado Ana Paula Vitorino poderá vir a ser a suceder-lhe; Alberto Costa, um ministro fraco perante o pesado sector da Justiça, que desde há muito tem vindo a cavar o seu próprio destino, abandonará o ministério ficando este a cargo do actual secretário adjunto Conde Rodrigues; e Manuel Pinho, o ministro da Economia que todos os dias vem anunciar investimentos e mais investimentos mas privados, deverá dar lugar ao actual Coordenador do Plano Tecnológico, bandeira de campanha de Sócrates, Carlos Zorrinho.

A questão impõe-se... E a cultura? Depois da péssima actuação da ministra Isabel Pires de Lima relativamente ao dossier Joe Berardo bem que esta poderia ser uma porta para a saída da frágil ministra. Por outro lado, bem que Sócrates poderia alargar a remodelação da sua equipa e mexer no ministério da Segurança Social chefiada por Vieira da Silva, cuja substituição dificilmente acontecerá, por uma questão de firmeza e determinação. Caso isso acontecesse, seria o reconhecimento de que o modelo proposto pelo ministro, e que Sócrates apoia por razões puramente ideológicas, é errado e não é seguro a longo prazo, pois 2030 ou 2040 são datas prováveis para a falência total do sistema.

Prezo muito a estabilidade, e por isso, compreendo que Sócrates não queira ir mais longe, apesar de poder ser esse o seu desejo.

Por falar em determinação.... É inevitável uma comparação de estilos.



1 comentário:

Rui Gamboa disse...

Dos referidos quantos são independentes?